Início > Uncategorized > A coluna passa por São Paulo

A coluna passa por São Paulo

Por Talles Lopes (Coletivo Goma)

Depois de mais de 150 km de chuva intensa entre Guaxupé e São Paulo, a coluna chegou à capital financeira do Brasil, para que pudéssemos cumprir uma agenda importante para o Circuito, numa perspectiva de ocupação cada vez maior desta cidade tão estratégica para as nossas pretensões neste momento.

São Paulo, por Jan Egil Kinkebo

Chegamos em São Paulo no meio da madrugada e fomos direto para o F1 Hotel. Precisávamos descansar um pouco, já que às 9h tínhamos um compromisso já agendado com o coletivo Amerê, Fabrício Nobre (presidente da Abrafin) e com o Kuru, gestor do projeto Conexão Vivo. Depois de 4 horas de sono, partimos para o hotel Comfort pra nos encontrar com estas pessoas, e passamos toda a manhã discutindo as possibilidades de parceria entre a Abrafin, o Circuito Fora do Eixo e a plataforma do Conexão Vivo. Discutimos muito sobre todas as possibilidades de encontro entre estas redes, ventilamos vários projetos e chegamos à conclusão que este seria um bom momento para ampliarmos ainda mais este debate para chegarmos a ações que sejam congruentes e que trabalhem para o desenvolvimento ainda maior da música independente em nosso país.

Depois deste encontro, fomos almoçar com Fabrício Nobre, ocasião em que discutimos os próximos passos da entidade, e também as consequências da última reunião da entidade. Uma conversa franca e focada na busca cada vez maior da consolidação de uma rede nacional de festivais independentes, sabendo da importância desta plataforma para a reorientação do mercado musical brasileiro. Arestas aparadas e com a diretoria fortalecida, saímos do almoço com a certeza de que a entidade nunca esteve tão preparada para dar conta de todos os desafios que temos para este ano de 2010.

Terminado o almoço, corremos para o Centro de Convenções da Imigrantes para participarmos da Campus Party, onde Pablo Capilé participaria de um debate sobre direito autoral na maior feira de tecnologia e internet no Brasil.

flickr.com/campuspartybrasil

A Campus Party é a disneylândia dos nerds brasileiros, com uma internet de 10GB bombando, e todas as novidades deste setor ali disponíveis. Mesmo sendo um evento totalmente voltado para o mercadão, este ano eles procuraram abrir espaço para alguns debates mais interessantes, e foi justamente por isso que o CFE aportou por lá, pra discutir direito autoral, numa mesa que ainda tinha nosso grande parceiro Claúdio Prado. E apesar do pouco tempo de debate, Pablo Capilé mais uma vez conseguiu trazer a tona uma perspectiva mais abrangente da propriedade intelectual, linkando toda a discussão sobre direito autoral com a mudança comportamental necessária que pode servir de suporte para uma nova visão do conceito de propriedade como um todo.

flickr.com/campuspartybrasil

Além do debate, nos encontramos com o Jovem do Indepedência ou Marte, e do Massa Coletiva, que estava ministrando uma oficina, e também com várias pessoas de Cuiabá,  que outrora já participaram do Espaço Cubo e que hoje desenvolvem outras atividades, mas que mantém uma relação de parceria com o coletivo e o Circuito Fora do Eixo. Saímos tarde da Campus Party, e como a noite anterior tinha sido curta, e o dia longo, voltamos para o hotel para uma noite de descanso, já que no outro dia a agenda também seria muito cheia.

Depois de acordar, fomos direto para a casa dos Amerês, pois tínhamos que fazer uma reunião com o grupo para saber como estavam os encaminhamentos do escritório. Às 14h tínhamos uma conferência online com todas as bandas da Agência Fora do Eixo, para começarmos a montar o planejamento de ações da agência e ampliarmos o contato do Amerê com todos os nossos artistas. A conferência foi muito bacana, com  a presença da maioria das bandas. Conseguimos sintonizar tanto para os artistas, quanto para o Amerê, como seria o trabalho da agência neste ano de 2010.

Mini Box Lunar é uma das bandas da Agência Fora do Eixo

Terminada a conferência da Agência Fora do Eixo, fomos direto para a festa de lançamento da Casa de Cultura Digital, espaço parceiro do circuito, e que já tinha nos recebido durante o encontro das regionais. A Casa de Cultura Digital é, sem dúvida nenhuma, uma das experiências mais bacanas que existem hoje em São Paulo e no Brasil. É também, com certeza, a principal iniciativa no campo da cultura digital brasileira, se levarmos em conta os princípios do CFE. A casa tem um papel de articulação muito grande, e neste sentido acaba tendo um DNA muito parecido com o nosso, o que sem dúvida vem sendo responsável por esta parceria tão saudável que estamos desenvolvendo.

Mais uma vez fomos recebidos maravilhosamente bem pelos grandes amigos Claúdio Prado e Rodrigo Savazoni e pudemos participar desta grande festa de lançamento, que contou com a presença de muita gente interessante deste novo momento da cultura brasileira, como o próprio Gilberto Gil, que foi uma pessoa muito importante para que o debate sobre cultura digital entrasse na pauta política do Ministério da Cultura. Vale destacar também que nos encontramos mais uma vez com Lala Dezenlein, nossa grande parceira da Enthusiasmo Cultural e do projeto Crie Futuros, onde nos atualizamos. Lala vem trabalhando intensamente na busca de parcerias para o circuito em todo o mundo, e mais fortemente da América Latina, e neste encontro já pré-agendamos uma viagem do circuito para Uruguai e Argentina a partir dos contatos que ela desenvolveu no último mês.

Para finalizar, o Amerê Marco Nalesso foi quem comandou o som da noite, como mais uma  prova de como estas duas iniciativas, Casa de Cultura Digital e Circuito Fora do Eixo, estão integradas e caminhando juntamente. Da festa, Pablo e eu fomos direto para a rodoviária, porque ainda tínhamos que viajar até Divinópolis, não sem antes passar por São Carlos pra pegar o computador do Pablo, que Felipe fez questão de levar sem querer dentro do seu carro. Pelo menos passamos rapidamente na sede do Massa Coletiva que Pablo não conhecia e seguimos direto para Divinópolis no Fofinho da Viaçao Motta. A coluna estava de volta a Minas Gerais, e nós estávamos de volta a estrada…

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: